segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Desejar

É um homem experiente, vivido.
Terno e rude, gentil e bruto,
culto e rústico, sensível e superficial.
Formava uma combinação exótica
que a fazia querer experimentar.
Quis intensamente. Recuou uma única vez.
Mesmo longe, ele sentiu.
Tomou as rédeas, impetuoso.
Ela se sentiu aliviada.
Estava cansada de desejar.
Queria ser desejada.


...embora soubesse que essa inversão durava pouco, muito pouco...

Um comentário:

  1. Avançar e recuar... Recuar e avançar... e a vida segue nessa inversão louca!

    ResponderExcluir

Mostre a sua!